Aproveite a Black Friday para recuperar vendas

Aproveite a Black Friday para recuperar vendas

Segundo uma pesquisa da Fecomércio MG, 52,4% das empresas que realizaram ações no ano passado planejam promovê-las também em 2020

Se você possui uma empresa, sabe da importância das datas promocionais, como a Black Friday, para o incremento das vendas. No Brasil, o período é celebrado no dia 27 de novembro, e, diante do cenário imposto pela pandemia de Covid-19, muitos empresários já começaram a programar suas ações. A ideia é antecipar as promoções para evitar aglomerações e garantir a segurança dos consumidores.

De acordo com uma pesquisa da Fecomércio MG, neste ano, 29,3% do comércio varejista mineiro pretende realizar ações para a Black Friday. Por isso, se a sua empresa pretende aumentar as receitas e ter mais presença de mercado, é fundamental se planejar para esse período de promoções.

Para ajudar você a recuperar as vendas neste momento de crise e mudanças de mercado, os especialistas da Fecomércio MG prepararam algumas sugestões para ações para o período. Acompanhe!

Atraia os clientes, mesmo com pandemia 

Com a oscilação de casos do novo coronavírus (Covid-19), o momento ainda requer cautela e planejamento. Uma parte dos consumidores ainda têm receio de ir pessoalmente às lojas, outros preferem poupar ao máximo por causa das incertezas econômicas. Por isso, oferecer descontos em produtos e serviços pode ser uma boa estratégia para reverter essa situação.

O economista-chefe da Federação, Guilherme Almeida, acredita que, em relação às outras datas comemorativas do ano, o desempenho da Black Friday pode ser positivo, principalmente diante da flexibilização das atividades econômicas. Ciente dessa oportunidade, 35,8% dos empresários irão oferecer descontos e promoções em suas lojas, enquanto 16% irão investir em divulgação/propaganda, segundo uma pesquisa da Fecomércio MG.

“Esse percentual pode ser ainda maior, pois 12,3% dos entrevistados ainda não planejaram suas ações. No entanto, quanto antes desenvolvidas, mais tempo há para atrair os consumidores,” observa Almeida. A pesquisa também aponta que 23% dos empresários oferecerão descontos superiores a 50%, enquanto 27,6% esperam um impacto no volume de vendas superior a 25%.

Impacto nas vendas no período

A análise, realizada pela área de Estudos Econômicos da Federação, também aponta os principais motivos que podem afetar as vendas no período:

  • A pandemia (32,9%);
  • O desemprego, as aglomerações e a situação atual do país (21,4%);
  • A concorrência (12,9%);
  • As chuvas no período (11,4%).

Embora ainda cause impacto direto na expectativa dos empresários do varejo em Minas, a pandemia de Covid-19 também pode se tornar em uma oportunidade para redesenhar gestões e fluxos internos. “Os empresários podem utilizar esse momento para mapear, planejar e readequar seus serviços e os estoques dos estabelecimentos”, sugere Almeida.

Coloque-se no lugar do cliente

Com a redução da renda no primeiro trimestre do ano, os consumidores devem redobrar a atenção na hora de ir às compras, planejando as finanças e pesquisando ofertas para o produto que deseja. De acordo com o coordenador jurídico sindical da Fecomércio MG, Thiago Magalhães, ao organizar suas ações para a Black Friday, o empresário deve pensar nas seguintes situações:

  1. Apoie o cliente em seus objetivos: facilite a procura do consumidor pelo bem ou serviço que deseja, disponibilizando informações de forma clara e precisa ou canais para um atendimento célere e eficaz.
  2. Identifique o valor regular: exponha o preço do produto, o valor real do desconto e as condições da oferta de forma visível e em conformidade com o Código de Defesa do Consumidor.
  3. Mantenha uma boa reputação: muitos consumidores buscam empresas com bom histórico e comentários positivos de clientes. Por isso, não deixe de respondê-los na internet e cuide do pré ao pós-venda.
  4. Estude as formas de pagamento: diversifique as condições oferecidas para seu cliente e esteja atento à legislação. Desde 2017, uma lei permite a diferenciação de preços, segundo a modalidade de pagamento (cartão, dinheiro, cheque ou boleto).

Com tudo pronto, aproveite a Black Friday para recuperar vendas. Se você pretende investir nas redes sociais para impulsionar os seus negócios, o Blog Comércio 4.0 mostra um passo a passo para ter um perfil de sucesso nas redes sociais. Confira!

Deixe uma resposta