Como utilizar a mediação para solucionar os conflitos na sua empresa

Como utilizar a mediação para solucionar os conflitos na sua empresa


Manter uma empresa no Brasil custa caro. Além das despesas com inúmeras tributações, outros gastos podem surgir na rotina dos empresários, como aqueles relacionados a ações na Justiça. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), juntas, as empresas no país gastaram cerca de R$ 140 bilhões – ou 1,7% do faturamento – com despesas jurídicas em 2016.

Uma parcela considerável dessas ações são causadas por conflitos entre gestores e/ou empregados com fornecedores e clientes. As desavenças entre aos próprios funcionários também entram nessa conta. Mas, segundo a especialista em mediação Annemarie Richter, elas podem ser evitadas. Para isso, é necessário desenvolver habilidades de diálogo capazes de solucionar esse tipo de problema, além de estar preparado para ouvir e entender as emoções do outro.

A dica de ouro da especialista é utilizar as técnicas de mediação para resolver os problemas da empresa.

Encarar de frente

O primeiro passo para mediar conflitos é tentar entendê-los da melhor forma. Procure saber o que aconteceu, por qual motivo e como. Quanto antes for possível compreendê-los e resolvê-los, menores serão os impactos sofridos pela empresa.

Contratar um mediador profissional pode ser uma boa saída, se a corporação sentir a necessidade uma análise mais eficaz. Em casos assim, é preciso aprofundar na causa: buscar as reais necessidades, interesses e emoções dos envolvidos. Pular essa etapa pode dificultar a resolução do problema.

Como resolver?

Toda história tem distintas versões do acontecimento. Por isso, é necessário conversar separadamente com todos os envolvidos para entender a raiz do problema, da maneira mais isenta possível. O passo seguinte é montar um plano de solução do conflito e apresentá-lo em uma reunião de conciliação.

A resolução do problema deve ser transmitida de maneira clara e objetiva. Até porque, segundo Annemarie, situações provocadas por conflitos não resolvidos perduram e crescem como uma doença organizacional, levando à perda de oportunidades, mau atendimento a clientes e desmotivação da equipe.

Reunião com os envolvidos

Na hora de mediar conflitos, o ideal é fazê-lo de forma reservada, sem expor nenhuma das partes. Na ocasião, deverá ser explicado aos protagonistas do problema quais os impactos dessa desavença para a empresa (clima organizacional ruim, queda de desempenho e mal-estar para os companheiros). Diante dessa situação, o líder precisará controlar as emoções, com muito cuidado e diplomacia, mostrando-se otimista quanto à resolução do problema.

Capacitação

Como se vê, o processo de mediação demanda tempo, tato e paciência. Para ajudar os empresários, mostrando técnicas aprofundadas sobre o assunto, a Fecomércio MG recebe, no dia 17 de setembro, às 9 horas, a especialista Annemarie Richter. Ela irá ministrar a palestra “Gestão e mediação de conflitos corporativos: aprenda a reduzir custos e aumentar a produtividade”.

O evento gratuito*, na sede da Federação, faz parte do projeto Fecomércio em Conexão, criado em 2018. A iniciativa tem o intuito de levar capacitação aos empresários mineiros por meio de parcerias com empresas e especialistas renomados.

* As vagas para o encontro estão encerradas